O pior de uma infidelidade, o que é? As imagens que nos assaltam do que imaginamos que aconteceu? A frequência com que nos lembramos? As pequenas ruelas que sempre nos levam ao mesmo beco sem saída? A vontade de chorar? A vontade de gritar? De esmurrar sacos de areia? A névoa sobre os olhos que não nos permite ver qualquer caminho de saída? A mágoa por não poder voltar a acreditar? A ira por sabermos que essa infidelidade ensombrará o resto das nossas vidas, mesmo com outras pessoas, mesmo noutras circunstâncias? A revolta por vermos os nossos sentimentos definidos por actos alheios?