Zango-me com quê? Com qual das tuas mentiras me zango mais? Com qual das infidelidades? Com o quê de ti me zango mais? Com que parte de ti posso não me zangar?
Qual das tuas mentiras confronto primeiro? Qual a que primeiro tento vencer? Qual a que primeiro posso enterrar, enterrar viva, para que sofra?
Que imagem tenho que apagar primeiro dos meus olhos? Que frases apago primeiro dos meus ouvidos? Que carne te arranco para aplacar a minha dor?
Em que sorriso teu posso acreditar, em que orgasmo? Qual o orgasmo que te vou negar em troca dos que não me deste? Qual o sorriso em que cravarei as unhas para que morra nos teus lábios mentirosos? Que parte da minha alma me roubaste para que, tão zangada, ainda te ame?
Como me posso vingar se cada punhal que te cravo na carne faz sangrar a minha?